logo novos estudos
sobre a novos estudos
e-mail: senha:
Busca
Acesso livre Todas as edições Conteudo virtual Envie seu artigo Ensaio visual
Última Edição
   92 - Abril de 2012
Capa
Índice
Seções
  - Opinião
  - Dossiê
  - Artigos
  - Críticas
Índice
Twitter @NovosEstudos
Março de 2009
Marcos Nobre fala sobre o papel do PMDB na política brasileira
Ana Clara Ferrari
Em fevereiro deste ano, o PMDB reocupou as duas presidências das casas legislativas do Brasil. Este fenômeno -- do mesmo partido ocupar estas duas cadeiras -- não acontece desde 1991, quando o próprio PMDB também conseguiu tal façanha.
O partido possui as maiores bancadas do Congresso, foi o que mais cresceu nas últimas eleições e, desde 1985, tem feito pelo menos uma das presidências da Casa.
Não obstante, seu principal líder, José Sarney, foi quem promulgou -- então presidente da República -- a Constituição de 1988, uma das mais aclamadas constituições brasileiras, porém menos cumpridas.
Para falar sobre o partido com este peso no país e sua influência na política nacional, o filósofo e pesquisador Marcos Nobre, autor de um artigo recente sobre a Constituição de 88, é entrevistado por Haroldo Sereza, da UOL, e Flávio Moura, da Novos Estudos.


TEXTOS SELECIONADOS
Arquitetura da participação e controles democráticos no Brasil e no México A multiplicação de experiências participativas visando ampliar o controle social sobre políticas e políticos tornou‑se fenômeno relevante no Brasil e mundo afora. Neste artigo é apresentado um quadro analítico útil à comparação da diversidade da inovação democrática enquanto arquitetura da participação orientada para o controle social. Mediante a aplicação desse quadro, examinamos a configuração de duas arquiteturas contrastantes, originárias de dois contextos nacionais distintos: México e Brasil. Por Ernesto Isunza Vera e Adrian Gurza Lavalle.
Mademoiselle e o desejoA partir de ensaio de Luiz Dantas, uma análise do conto "Atrás da catedral de Ruão", de Mário de Andrade, seus paralelos com Amar, verbo intransitivo e os temas de paixão, desejo e repressão. Por Vilma Arêas
In memoriam: Juarez Brandão Lopes (Elza Berquó)
Pulso Comunicação
Sobre a novos estudos | Expediente | Contato | Assine! | Acesso livre | Todas as edições | Conteúdo virtual | Envie seu artigo | Adquira um exemplar